doencas-cronicas_-como-prevenir_

Doenças crônicas: como prevenir?

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), as doenças crônicas são a principal causa de morte no mundo, representando cerca de 63% de todas as mortes anuais. Porém, elas podem ser evitadas pela adoção de hábitos saudáveis. Você quer saber mais sobre a prevenção? Então, leia nosso artigo. Nele você encontrará as principais dicas que podem ajudar a mantê-lo afastado do risco dessas patologias.

O que são as doenças crônicas?

Essas patologias, classificadas como DCNT (Doenças Crônicas Não Transmissíveis), são aquelas que avançam lentamente e perduram por vários anos ou até por toda a vida. Geralmente, são assintomáticas e quando produzem sintomas indicam um quadro mais grave. As DCNT mais comuns são:
  • Diabetes Mellitus;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Bronquite;
  • Asma;
  • Rinite
  • Hipertensão;
  • Obesidade;
  • Dislipidemia;
  • Câncer.
Na maioria dos casos, essas doenças são causadas por múltiplos fatores, que podem ser uma outra patologia, como a obesidade, condições genéticas ou congênitas, ou por maus hábitos de saúde.

Conheça algumas dicas para prevenir essas patologias

Os fatores de risco associados às DCNTs são, em sua maioria, comuns e modificáveis, pois estão relacionados ao estilo de vida. Por isso, a promoção da saúde é uma das principais maneiras de ter uma vida longa e produtiva. O incentivo à prevenção de doenças estimula as pessoas a desenvolverem atitudes que favoreçam a sua saúde, beneficiando a sua qualidade de vida. Então, nesse propósito, conheça algumas dicas para prevenir as doenças crônicas.

Tenha uma alimentação saudável

A alimentação é fator fundamental de prevenção para qualquer doença, pois, além de outras coisas, promovem a melhora do nosso sistema imunológico.  Por isso, uma dieta rica em legumes, vegetais, frutas, e pobre em açúcar, farinha branca e carne vermelha contribuem para uma vida mais saudável. 

Faça exercícios físicos regularmente

A prática regular de atividades físicas pode diminuir pela metade as chances de uma pessoa desenvolver algum tipo de doença neurodegenerativa, além de afastar o sedentarismo e a obesidade, fatores de risco para patologias crônicas. Os exercícios físicos precisam ser parte da rotina de todas as pessoas, pois promovem uma grande melhora na qualidade de vida, dão mais disposição, reduzem a pressão arterial e estimulam a produção de novos neurônios.

Tenha boas noites de sono

O sono é um momento importantíssimo para o organismo, pois é a hora em que várias funções são executadas. Além disso, é a etapa em que as memórias são consolidadas e novas lembranças são formadas. Uma rotina de noites mal dormidas pode desencadear algum distúrbio neurológico e favorecer o surgimento de alguns fatores de risco para outras doenças, tais como, estresse, colesterol alto e sedentarismo.

Evite o fumo e o álcool

Segundo a WHO (World Health Organization), a cada ano morrem mais de 4 milhões de pessoas em decorrência do consumo do tabaco. Essas mortes não são provocadas apenas pelo fumo em si, mas pelas várias patologias que surgem em decorrência dele. O consumo abusivo de álcool também consta como um potencializador para o acometimento de diferentes problemas de saúde, como por exemplo, doenças hepáticas, cardiovasculares e respiratórias. Se você quer viver uma vida longa e saudável, longe das DCNTs, será preciso evitar o consumo dessas duas substâncias. Apesar de simples, essas dicas não fazem parte da rotina da população. Isso explica as estatísticas negativas sobre as doenças crônicas. Quer saber mais? Clique no banner e saiba mais sobre medicina integrativa.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp