o-que-e-medicina-integrativa-1

O que é e para que serve a medicina preventiva

Na maioria dos casos, somos acostumados a procurar um médico apenas quando já estamos doentes ou apresentando algum sintoma que nos incomode. A medicina preventiva é uma nova forma entender a função do médico e tem por objetivo manter a população livre de doenças. Já havia ouvido falar nessa abordagem? Caso não, não deixe de ler esse texto. Nele, você vai entender o que é e como funciona essa nova forma de enxergar as doenças e o corpo humano.

O que é a medicina preventiva?

Como o próprio nome esclarece, é um formato de medicina que busca estimular os cuidados com a saúde por meio da promoção do bem-estar, da qualidade de vida e através da educação, ensinando a necessidade da realização de exames de check-up. A medicina preventiva está presente no nosso dia a dia, como por exemplo, nas campanhas nacionais promovidas pelo Governo Federal para a vacinação, controle do diabetes, prevenção ao câncer de mama, de próstata, entre outros.

Para que ela serve?

Esse tipo de medicina está alicerçada em quatro níveis estratégicos de atuação que buscam prevenir o aparecimento de doenças e distúrbios. Esses níveis são:
  • Prevenção primária: nesse estágio o foco é evitar a ocorrência da doença desde o período gestacional, ou seja, antes do nascimento do bebê;
  • Prevenção secundária: nesta etapa estão reunidos diversos métodos para diagnosticar e tratar as doenças em seus estágios iniciais, antes que se transformem em morbidades significativas;
  • Prevenção terciária: nesse nível, o objetivo é reduzir o impacto negativo que a doença já está provocando e restabelecer a vida funcional do paciente;
  • Prevenção quaternária: nesse estágio, são utilizados métodos que evitam ou diminuem os resultados de intervenções desnecessárias, ou excessivas.
A adoção de ações preventivas influencia diretamente na redução dos fatores de riscos responsáveis por diferentes doenças. O sedentarismo, a obesidade, a má alimentação e um estilo de vida prejudicial são alguns dos aspectos que podem ser eliminados.

O que são os rastreios?

Na medicina preventiva, os rastreios são ações que buscam a detecção precoce de doenças ou lesões para ser possível a realização de um tratamento eficaz.  Esses rastreios são realizados para detectar um fator de risco e corrigi-lo antes do aparecimento da doença, para identificar uma lesão que possa se transformar em uma patologia e para tratar uma enfermidade antes que ela deixe sequelas. Porém, para que o rastreio seja realizado em uma dada população, precisam existir as seguintes condições:
  • A doença deve ser frequente e grave;
  • A doença deve estar em uma fase precoce e facilmente tratável;
  • Precisa existir um bom método de rastreio;
  • Deve conduzir a ações terapêuticas e preventivas;
  • Deve ser simples e fácil de realizar.
O rastreio pode ser feito a partir de exames clínicos, biológicos, de imagens ou de investigações de possíveis mutações genéticas. Entendeu o que é a medicina preventiva? As vantagens dessa prática são óbvias, pois oferecem a possibilidade de melhorar a vida das pessoas. Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp